expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 31 de dezembro de 2016

Enquanto Eles Não Vêm

Capa feita pela INDIE 6

     Lembro que virei o ano de 2012 escrevendo as ideias que formariam o meu primeiro livro de terror. Eu sempre admirei o gênero. Preenchi a minha infância com livros mágicos, quadrinhos, histórias "inacabadas" e contos fantásticos. Nessa onda, conheci outros autores renomados, dignos de toda atenção possível. Com o passar dos anos, após escrever livros de aventura, drama e suspense, tomei a iniciativa de fazer algo totalmente voltado para o gênero em questão. Eis que em dezembro de 2012, no dia 31, eu dei início ao primeiro manuscrito de "Enquanto Eles Não Vêm", após jogar "Resident Evil 6" incansavelmente.

Arte dos personagens David e Lívia

     A obra tem uma forte influência de escritores como HP Lovecraft (famoso criador dos mitos de Cthulhu), Stephen King, Clive Barker, Dean Koontz e Bram Stoker, além de possuir uma forte ligação com as franquias de jogos “Alone in the Dark”, “Resident Evil” e “Silent Hill”, cujos enredos pautavam na luta pela sobrevivência de seus personagens.
     “Enquanto Eles Não Vêm” foi idealizado muitos anos atrás. Porém, só começou a ser escrito no primeiro semestre de 2012, e concluído em outubro de 2015.  Durante três anos, dediquei-me totalmente para a composição do livro, cuja história aborda a luta pela sobrevivência de dois personagens persistentes e corajosos. Juntos a todo o momento, eles se lançam no maior pesadelo de suas vidas, dispostos a enfrentar o medo do desconhecido e descobrir os maiores segredos da mansão arrepiante da Família Mombach.

SINOPSE DA OBRA

     Na primavera de 1978, um misterioso ataque assolou os habitantes de Paraíso Florestal, uma pequena cidade localizada em uma área remota da Bahia. Trinta e sete anos depois, um terrível incidente engole a pequena cidade, obrigando as autoridades a enviarem uma equipe de soldados para investigar o ocorrido. Desde sua chegada à pacata cidade, David e Lívia deparam-se com uma calma sepulcral; ninguém é encontrado nas ruas, nos becos ou nas casas.
     Na escolinha, os cadernos abertos datam o dia atual. No hotel, um barulho no andar superior denuncia a presença de alguém...
     Tomados pela sensação de ameaça iminente, os soldados refugiam-se em uma antiga mansão, desconhecendo o verdadeiro horror que varreu a pequena Paraíso. Dentro daquelas paredes, oculto pelas trevas, o maior e mais escuro de todos os medos os espera.

Esboço de uma das artes do livro

     O ebook foi diagramado pela INDIE 6, empresa do meu amigo Lucas Odersvank. O trabalho ficou incrível e deixou a experiência da leitura ainda mais intensa. Além das ilustrações e dos arquivos espalhados pela mansão, temos alguns mapas que auxiliam o leitor, causando uma imersão ainda mais interessante. Segundo os leitores, existe uma sensação de nostalgia muito grande que permeia a obra, em virtude das suas influências literárias e audiovisuais.

Trabalhando no mapa da pequena Paraíso Florestal

Uma das estranhas fotos encontrada na Mansão Mombach

OPINIÃO DO PÚBLICO

     O livro tem recebido resenhas positivas, tanto no site da Amazon quanto na blogosfera e alguns canais literários do YouTube. No Skoob, a nota oscila entre 4,5 e 5,0 pontos, e na própria Amazon com 4,6 até o momento. Alguns depoimentos:

     “Cheguei ao final da leitura extasiada. Não consegui largar o livro até descobrir o que tinha sido reservado pelo autor para o casal de oficiais. O que acontece na história é a comprovação de um fato que poucos admitem. Nós, seres humanos, somos capazes de nos tornar os piores monstros caminhantes sobre a face da Terra.” Blog Minha Montanha Russa de Emoções

     “Tem muita ação, tem seres misteriosos e aterrorizantes que farão a imaginação do leitor viajar muito, muito mesmo. Em nenhum momento a narrativa fica parada ou desinteressante.” Raquel Pagno, escritora

     “Imagine um livro bom. Multiplique por 100. O resultado é: Enquanto eles não vêm. Escrito por Robson Gundim, o livro se passa no Brasil, em uma cidade fictícia chamada Paraíso Florestal, onde uma equipe da COPS foi enviada para atender um pedido de socorro, mas acabou perdendo o contato com a base.” Blog Mundo de Fantasias

     “Quando o David e a Lívia começam a esmiuçar a história da família Mombach, você fica vidrado na história, porque é muito interessante.” Lucas Dallas, escritor e vlogueiro

     “Eu não esperava mesmo que o livro fosse tão interativo, e ao mesmo tempo, tão tenso. As criaturas são super-horríveis, e muitas cenas presentes nesse livro reme-tem aos medos mais profundos do ser humano, como, por exemplo, o medo do escuro.” Blog Pensadora Geek

     Confiram o booktrailer do livro, editado por ninguém menos do que a minha pessoa (risos):



Em breve, trarei uma postagem especial, com novas informações, artes e atualizações sobre o livro.

Fiquem ligados!

Abraços!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O Canto da Valquíria

O ano de 2016 foi intenso, a nível hard em um game de survival horror! Mas também foi um ano de conquistas, grandes projetos e novos sonhos para serem realizados. Antes que o ano termine (estamos à porta de 2017!), gostaria de trazer as últimas notícias envolvendo os meus novos projetos e metas para o futuro.

Capa Inicial

Quando regressei da Bienal de SP, pensei em publicar na plataforma wattpad uma história que eu escrevi ao longo da infância, envolvendo uma jovem batalhadora que sonhava em se tornar uma cantora profissional. Esse livro começou a ser idealizado no começo dos anos 2000, em uma época em que eu vivi em solo rural. “O Canto da Valquíria” nesse tempo sequer tinha um título, e os rascunhos que foram resgatados no ano passado me fizeram rir e me orgulhar ao mesmo tempo, pois a sensação que tive foi de voltar aquela fase tão boa e inesquecível. A obra é um grande tributo a cultura nordestina no cenário musical, com direito a menções ao grande Luiz Gonzaga e a outros artistas de peso do nosso nordeste. Lembro que a minha avó adorava escutar essas músicas, que em sua maioria externavam o dia-dia do nordestino ou contavam, em forma de poesia, lindas histórias de amor.

A nossa sonhadora

No livro, a Valquíria é uma jovem que vive na cidade Alagoinhas, na Bahia, e sonha em poder cantar profissionalmente ao lado do irmão, mesmo quando um pai alcoólatra se mostra o maior e mais indesejável obstáculo de seu caminho. A narrativa é em forma de diário, em primeira pessoa, com a Valquíria descrevendo seus anseios, sentimentos e – ao longo dos anos – as grandes novidades no âmbito da música.

Cris e Valquíria

Temos muitos personagens que rodeiam a Val, desde o Cris, seu irmão igualmente sonhador, até os coadjuvantes que em grande parte do livro roubam as cenas com situações memoráveis. O livro é recheado de ilustrações, referências musicais, literárias, e inesperados acontecimentos que deixam no leitor a incerteza do que virá a seguir.

Alina, Val e Rick

Está sendo uma experiência maravilhosa compartilhar esse livro no wattpad. Os leitores são assíduos, participativos, e comentam semanalmente após a publicação dos capítulos novos. A cada capítulo, uma fase diferente, um salto no tempo, com desenhos inéditos e músicas marcantes que dão uma magia a mais ao texto.


Paralelamente, através de apêndices ao longo das postagens, eu abordo um pouco da história da música nordestina e presto singelas homenagens a alguns artistas que contribuíram para o nascimento desse livro, sejam eles escritores, compositores, cantores ou poetas da nossa e de outras gerações. O nordeste é lindo, e nós somos suas raízes!

Duas cantoras nordestinas que admiro, Silvânia Aquino e Paulinha Abelha
Ônibus da Banda

Se você gosta de romances inspiradores, com histórias de superação, sonhos, sucesso e muitas reviravoltas, não deixe de fazer parte desse projeto! A obra está completa lá no wattpad!

SINOPSE

Valquíria é uma jovem talentosa com o sonho de se tornar uma cantora profissional e brilhar sob as luzes dos palcos do nordeste e do mundo. Ao lado do seu inseparável irmão, Cristiano, ela irá atravessar os obstáculos de uma vida desenhada por dificuldades, abandonos e maus tratos de um pai alcoólatra. Cantando escondida em bares, seu talento irá chamar a atenção de empresários e bandas, mas o traiçoeiro caminho para a fama logo se mostrará infinitamente diferente daquele que sonhou.
O Canto da Valquíria é uma história sobre escolhas, perdas e traições, onde, guiada por sua voz e seu talento inquebrável, a jovem cantora descobrirá o valor da determinação, do amor pela música e da luz de um destino escrito nas estrelas. 

Para acessar o livro, CLIQUE AQUI.

Valquiria e Alina (na estrada!)
Personagens preparando o palco do Show
Alina, Rick, Valquíria e Cleiton
Em breve teremos a versão física do livro. Fiquem atentos!

Aproveitando o clima de ano novo, desejo a todos os tripulantes um 2017 repleto de energias positivas, saúde, felicidade e grandes realizações!


Grande abraço!

Robson Gundim